Quais as qualidades do líder do futuro, segundo Pedro Moreira Salles

Presidente do conselho de administração do Itaú Unibanco fala sobre gestão e empreendedorismo no Brasil

Para um dos maiores banqueiros do país, essa história de hierarquia rigorosa e intolerância ao erro já era. Ele defende que boa parte dos traços que garantiam o sucesso no século XX (inclusive para as instituições financeiras) podem não ajudar muito no XXI. O banqueiro em questão é Pedro Moreira Salles, presidente do conselho de administração do Itaú Unibanco. 

"O líder para frente não pode ser alguém marcado pelo senso de hierarquia, alguém que não tolera o erro, alguém que se recusa à experimentação", afirmou Moreira Salles. "Tem que saber liderar pessoas diferentes, não temer o erro e ter capacidade de mudar o caminho."

O empresário frisou, no entanto, que essa postura mais progressista não pode ficar só no discurso. "Certamente o líder tem que agir dessa maneira, não adianta só falar. Da boca para fora é muito fácil", afirmou. "Na prática, é um desafio enorme."

A mudança de postura está longe de ser apenas interna. As companhias novatas tem mostrado que empresas tradicionais têm de acelerar o passo também no relacionamento com o consumidor. "A hiperconexão mudou o patamar de interação com os clientes. As startups subiram a barra desse relacionamento", apontou Moreira Salles. "Você tem de reagir a isso e estar a altura desse desafio."

Ele enfatizou que práticas que deram certo no passado podem não continuar sendo bem-sucedidas agora. "Li o relatório de uma consultoria dizendo que 200 das 500 maiores empresas dos Estados Unidos não vão existir em 10 anos. E é porque o modelo que assegurou o sucesso no século passado pode não ser o modelo que vai garantir o sucesso no XXI."

"Estrutura de comando, controle, processos, tudo isso tem que ser alterado. Temos que questionar certas premissas. Enfrentar as suas convicções e a de outros não é uma tarefa trivial. Mas abre oportunidades", disse Moreira Salles.

Segundo ele, para que o empreendedorismo seja impulsionado no Brasil é preciso que existam mais iniciativas como o próprio Cubo. "Esses ecossistemas são fundamentais para fazer que isso se dissemine." Moreira Salles também criticou a intolerância ao fracasso, que, para ele, atrapalha a inovação. "Há uma cultura que quase não tolera o fracasso, no Brasil e nos países latinos em geral também. E é difícil prosperar em uma cultura dessa. Fracassos são vistos como um ativo no currículo no Vale do Silício — aqui é o contrário. Não é a forma como você desenvolve um empreendedorismo saudável."

De acordo com ele, não existe "receita de bolo" para ser um empreendedor bem-sucedido. Embora seja importante ter uma boa ideia, já existe "boas ideias aos montes", segundo ele. "Precisa também executar bem, e ter talento. Tem que saber ter flexibilidade, reagir, ter disciplina, muito foco e saber onde você quer ir, saber para onde está caminhando." Os talentos de um empresa, diz Moreira Salles, são "a base para o sucesso".

Fonte: Revista Época - 15/09/2017 
Por Edson Caldas 

Endereço
Rossi Business Park
Av. Ipiranga, 7464, 11º andar
Porto Alegre-RS
Central de Atendimento
Telefone: 51 3516.5482
Whatsapp: 51 9 9757.2391
Email: contato@sbnvendas.com.br

Horário de Atendimento
Segunda à sexta das 9h as 18h
Consulte datas e horários de treinamentos
Página não encontrada!